Portal do Governo do Estado de São Paulo

Tamanho do texto Contraste Imprimir

Notícias

Governo do Estado estende quarentena até o dia 28 de junho - 10/06/2020

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, a extensão da quarentena por mais 15 dias. O novo período de isolamento contra a disseminação do novo coronavírus vai de 15 a 28 de junho. Será uma quarentena "heterogênea", onde será aplicado o Plano São Paulo. "São Paulo não segue pressão econômica, partidária, ideológica, nem de qualquer ordem, exceto da ciência e da saúde. Nos últimos 85 dias fizemos assim e vamos continuar a fazê-lo. Tenho a convicção de que estamos no caminho certo, na rota certa, e com uma tripulação bem treinada, com um bom comando, pessoas bem informadas e capacidade de agir rapidamente para salvar vidas".

Também apresentou a segunda atualização do Plano São Paulo para acompanhamento da evolução da pandemia em todo o estado. Apesar do aumento da capacidade de atendimento hospitalar, os novos índices semanais de avanço do coronavírus levaram o Estado a elevar o alerta em praticamente todo o interior paulista.

“Nosso desafio é estar um passo à frente da pandemia, temos que garantir atendimento a todos. São Paulo se preparou profissionalmente e tecnicamente para enfrentar a pandemia”, afirmou o Governador. “Estamos salvando cerca de 40 vidas por hora e evitando a contaminação de dez pessoas por minuto. O Plano São Paulo é um GPS que nos guia, orientado pela medicina e com a contribuição do setor econômico para sairmos da crise com previsibilidade, segurança e o maior número possível de vidas salvas”, disse Doria.

Na média estadual dos últimos sete dias, houve redução na taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva para COVID-19 de 72,6% para 69,1%, além de aumento na média de vagas por cem mil habitantes de 15,4 para 18,1. No mesmo período, o total de casos e mortes teve quedas reduzidas, de 1% e 3% respectivamente, mas as internações pela doença subiram 7%.

Desde abril, as projeções do Estado já apontavam que a contaminação estava mais acelerada no interior do que na capital. Com os últimos dados do Plano SP, o Governo decidiu ampliar restrições a atividades econômicas não essenciais em cinco regiões. Araraquara e Bauru voltaram da fase 3 (amarela) para a 2 (laranja), enquanto que as áreas de Ribeirão Preto, Barretos e Presidente Prudente voltaram à etapa 1 (vermelha) de máxima restrição.

Já nas regiões da Baixada Santista e de Registro, a melhora nos índices semanais de variação de casos confirmados, internações e mortes por COVID-19 levou à reclassificação da fase vermelha para a laranja, que permite reabertura restrita de imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio de rua e shoppings centers. O mesmo ocorreu em todas as cinco sub-regiões da Grande São Paulo.

Na capital e demais regiões – Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Piracicaba, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté – que estavam na fase 2 de retomada restrita desde o início do mês, houve estabilidade na maioria dos índices. Todas permanecem na mesma classificação até a próxima atualização de painel do Plano SP, prevista para o próximo dia 17.

“O isolamento social é chave nesse processo. Esse cenário só se garante com a cooperação da população e também com a liderança dos prefeitos nessa parceria com o Governo do Estado”, destacou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

Com os resultados desta quarta, a maior parte do estado está na fase laranja, que não permite a reabertura de bares, restaurantes, salões de beleza ou academias. Nas três regiões classificadas na etapa vermelha, só estão autorizadas atividades comerciais e serviços essenciais.

Transparência

Os dados estatísticos referentes aos critérios técnicos que norteiam o Plano São Paulo estão à disposição de qualquer pessoa no boletim completo do coronavírus no estado. Todo o material com mapas interativos, gráficos e tabelas com dados consolidados pode ser consultado ou baixado no site seade.gov.br/coronavirus/, que recebe atualizações diárias.

As estratégias e critérios do Plano São Paulo para retomada da economia de acordo com cinco níveis de reabertura parcial estão à disposição na página saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/planosp/. O site também permite consulta e download de todos os protocolos sanitários para todos os setores produtivos e também as regras de testagem para coronavírus no setor privado.

Já o documento com o resumo do painel atualizado do Plano São Paulo para todas as regiões do estado, apresentado nesta quarta no Palácio dos Bandeirantes, pode ser consultado ou baixado neste link.